NEWSLETTER
CADASTRE-SE NA NEWSLETTER:
COMPARTILHE

Home

|
48 3243-4212
 
 
  

A Acibig e a CDL de Biguaçu são entidades sólidas e muito importantes

para a Comarca de Biguaçu, pois defendem os interesses dos comerciantes e dos empresários, além de lutar pelo desenvolvimento do município.

A associação também oferece uma série de soluções empresariais que facilitam o dia a dia de associados e seus colaboradores, como vale alimentação, planos de saúde e odontológicos, cursos de qualificação profissional, entre outros. Navegue no nosso site e saiba mais. 

 
 
 
 
 

RELATO HISTÓRICO DOS PRIMEIROS DEZ ANOS DA ACIBIG

José Braz da Silveira - 07/05/2011

 

 

No dia 1º de julho de 1987, reuniram-se, na Sociedade Recreativa 17 de Maio, 62 (sessenta e dois) empresários de Biguaçu com a finalidade de criar a Associação Comercial e Industrial de Biguaçu – Acibib. Recorremos ao antigo CEAG – Centro de Apoio Gerencial das Micro e Pequenas Empresas, órgão que depois foi transformado no atual SEBRAE, pedindo ajuda para nos indicar um palestrante que tivesse a capacidade de motivar as pessoas convidadas.

 

 

A ajuda do técnico do CEAG, senhor Dilceu Colombelli, foi muito importante na organização do evento e o palestrante sugerido foi o empresário Francisco Schork, da Associação Comercial e Industrial de Guaramirim, a quem pagamos apenas a gasolina para o seu deslocamento.  O trabalho de convencimento dos comerciantes de Biguaçu foi um verdadeiro sofrimento. Tivemos o apoio e o incentivo de muitos, mas também enfrentamos a frieza e o ceticismo de alguns. Mas não desanimamos. Ao contrário, estávamos determinados a conseguir aquele objetivo em favor da classe empresarial de nossa Cidade.

 

A reunião foi um sucesso. Preparamos antecipadamente uma minuta de Estatuto para a entidade. Já havíamos conversado antecipadamente com alguns empresários sobre a necessidade de deixarmos as coisas bem encaminhadas no primeiro encontro para não corrermos o risco de retrocesso. Pelas conversas havidas no momento das visitas, sabíamos que precisávamos agir assim. A palestra do empresário Francisco Schork realmente mexeu com os brios dos empresários presentes. Ao finalizar a palestra foi perguntado se Biguaçu merecia uma Associação Comercial e Industrial e a resposta foi unânime e instantânea.

 

 

Uma comissão provisória foi escolhida e já ficou agendado para o dia 1º de agosto a Assembleia Geral de Eleição e Posse da Diretoria. Aproveitamos a oportunidade e fizemos a leitura da proposta de Estatuto. Foram sugeridas pequenas alterações, mas ao final foi aprovada por unanimidade. Até a sigla ACIBIG e a primeira logomarca, um biguá de asas abertas, foi aprovada com entusiasmo pelos presentes. Uma frase de efeito foi aprovada e depois transformada em um adesivo para veículos. “Valorize o que é nosso”, esta foi a mensagem adotada.

 

Na Assembleia Geral de 1º de agosto foi proposto que a comissão provisória instituída na data de fundação da entidade fosse transformada em diretoria, o que foi aceito. Faltava apenas definir as funções de cada um. Por sugestão de um associado, fez-se uma eleição secreta para escolher o Presidente e este escolheria os demais integrantes da diretoria. Seria natural que eu que havia feito a maioria das visitas aos empresários convidando-os para a criação da associação fosse o escolhido. Mas como eu tinha interesse em disputar a eleição municipais ao cargo de vereador de 1988 e para não ser acusado de estar “misturando as coisas”, pedi a palavra e antecipei o meu voto para o empresário Izamir Luiz Junkes. Mesmo assim a votação revelou um empate em primeiro lugar entre mim e Izamir, mesmo que outros empresários também fossem votados.

 

 

Houve quem sugerisse uma nova votação entre os dois mais votados, mas eu abri mão em favor de Izamir. Declarado eleito o primeiro Presidente da entidade, o empresário Izamir Luiz Junkes, este convidou-me para ser o seu Secretário.

 

A primeira diretoria da Acibig ficou assim constituída:

  

Presidente: Izamir Luiz Junkes
Vice-Presidente: Sérgio Luiz de Paula
Secretário: José Braz da Silveira
Segundo Secretário: José Jacob de Andrade
Tesoureiro: José Ricardo Petry
Segundo Tesoureiro: João Batista de Carvalho
Relações Públicas: Antônio João Gonçalves e Paulo Renato Leal. 

 

 

O primeiro escritório da Acibig funcionou em uma pequena sala do Casarão Frederico Bunn, localizado à Rua João Born, perto do Colégio Maria da Glória. Depois mudamos para uma garagem na casa da Dona Rose, na esquina das Ruas Rio Branco e Frederico Bunn. Há época, um telefone fixo custava uma fortuna. Conseguimos uma linha telefônica cedida por um amigo, mas “esquecemos” de pagar a conta e a TELESC acabou tomando o equipamento. Passamos a maior vergonha. Com o prédio ainda em construção, instalamos o escritório à Rua João Pessoa, 138, em uma pequena sala cedida pelo proprietário, inicialmente sem cobrança de aluguel. Depois com o prédio concluído, mudamos para uma sala maior no mesmo endereço, passando a pagar aluguel.

 

O 2º Presidente da Acibig foi o fotógrafo José Ricardo Petry que foi reeleito, ficando à frente da entidade por quatro anos.O 3º Presidente foi Jucélio Jacob de Andrade. Fiquei como Secretário nos primeiros seis anos e depois com o Jucélio de Presidente, continuei fazendo parte da diretoria como Vice-Presidente.

 

Com a eleição do 4º Presidente, o empresário Robson Carvalho, minha esposa Eliana passou a fazer parte da Diretoria. Foi uma eleição disputadíssima entre duas boas chapas. Essa foi à única disputa da história da Acibig até o momento. Nas demais sempre havia se alcançado o consenso. Nessa época a JB Confecções que começou com o nome de José Braz da Silveira ME, passou para Eliana Maria Pereira da Silveira ME. Nada mais justo, pois a Eliana é quem sempre esteve à frente da nossa empresa. O nome fantasia, entretanto, nunca foi alterado.

 

A Acibig sempre foi filiada à FACISC e naqueles 10 anos iniciais viajamos por todo o Estado nos encontros e Assembleias promovidas pela FACISC. Representávamos a nossa Cidade com dignidade e orgulho, apesar das dificuldades, pois naquela época a Acibig não tinha recursos para custear as viagens. As despesas eram rateadas entre os próprios diretores.

 

Todas as ações e decisões tomadas pela Diretoria ou nas Assembleias realizadas nesse período, inclusive as listas de presenças de cada evento, foram registrados em um livro de atas que infelizmente foi extraviado. Era um livro de trezentas folhas revestido com papel camurça na cor verde. Ainda tenho a esperança de que esse livro seja encontrado. Trata-se de um documento histórico de grande importância, não só para a Acibig, mas para a própria história de Biguaçu. 

 

 

Hoje, a Acibig é uma entidade sólida e muito importante para Biguaçu. São muitos anos de trabalho sério na construção desse conceito. Minha homenagem aos associados e dirigentes de todos os tempos. Os primeiros tiveram o mérito de vencer as adversidades iniciais e os mais novos, a capacidade de transformá-la em uma das mais fortes entidades de classe de Santa Catarina.

 

 

 

*José Braz da Silveira foi um dos sócios fundadores e Diretor da Acibig durante oito anos, seis deles como Secretário e dois como Tesoureiro.

 

 
 
 
 
 
 
 
Consulta SPC


Link para consultar ao SPC/Serasa aos associados assinantes do plano CDL
 
Agenda Empresarial
  




Informações (48) 3243-4212 
 
 
 
 
 
 
  (48) 3243-4212  
 
 
   De segunda a sexta-feira
 
Das 8h às 12h e das 13h30 às 18h



 
 
 
 
 
 
Contato via email? Clique aqui!
 
 
Acibig CDL de Biguaçu
Telefone: (48) 3243-4212
Facebook.com/AcibigCDL
 
 
Palavras-chave
Representatividade
Associativismo
Soluções Empresariais
Qualificação Profissional
 
Links Principais
Home
A Acibig
A CDL
Notícias